Brasil pega Costa do Marfim de olho nas quartas de final

Seleção feminina luta para manter a invencibilidade na competição contra time que só venceu duas vezes

O Estado de S.Paulo

12 de dezembro de 2011 | 03h06

A seleção brasileira feminina de handebol luta para manter a invencibilidade no Campeonato Mundial de São Paulo hoje, contra a Costa do Marfim, às 20 horas, no Ginásio do Ibirapuera, com transmissão do Esporte Interativo. O time comandado pelo dinamarquês Morten Soubak é favorito após campanha inédita na primeira fase da competição - cinco vitórias em cinco jogos - mas o treinador quer evitar surpresas desagradáveis.

"Oitavas de final são outro esquema, outra história. Não será um adversário fácil. A Suécia conseguiu vencer a Costa do Marfim na primeira fase, mas com muita dificuldade, por apenas três gols de diferença, arrancados no fim", lembrou Soubak, fazendo referência à vitória das europeias por 28 a 25 na segunda rodada, em São Bernardo

O técnico estudou o time adversário. "A filosofia de jogo da Costa do Marfim é defesa forte. É um time que troca a tática do sistema defensivo umas cinco vezes na partida e isso dificulta bastante para nós. Temos de estar preparados."

Mas os prognósticos são favoráveis ao Brasil, que garantiu vaga nos playoffs como primeiro colocado do Grupo C. A Costa do Marfim ficou em quarto lugar no Grupo D com apenas duas vitórias, contra a Argentina (25 a 19) e o Uruguai (31 a 24).

Outros três jogos serão realizados pelas oitavas de final. Também no Ibirapuera, às 14h30, jogam Suécia x França. Em São Bernardo, Romênia x Croácia (14h30) e Dinamarca x Japão (17h15).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.