Brasil perde do Catar e fica em 10º no Mundial Júnior de Handebol Masculino

Com o handebol em alta no Brasil - o time feminino principal é o atual campeão mundial e tanto as mulheres como os homens acabaram de conquistar a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá -, as cidades mineiras de Uberlândia e Uberaba estão recebendo o Mundial Júnior Masculino. Nesta quarta-feira, a seleção brasileira terminou a sua participação e ficou com a 10.ª colocação.

Estadão Conteúdo

29 de julho de 2015 | 20h54

Depois de ficar em terceiro lugar no Grupo D - que tinha Alemanha, Egito, Noruega, Uruguai e Japão -, o Brasil enfrentou a Dinamarca na última terça-feira, pelas oitavas de final. Perdeu por 34 a 31 e nesta quarta enfrentou o Catar na luta pelo nono lugar da competição. No entanto, nova derrota - desta vez na disputa de sete metros após empate por 31 a 31 no tempo normal - fez com que a seleção terminasse o Mundial com a 10.ª colocação.

"Foi um jogo muito equilibrado. A nossa defesa 6-0 funcionou, o ataque foi bem, mas faltou um pouco de atenção para vencermos. O esporte é assim. Alguém tem que vencer. Dessa vez foram eles", disse o armador Leonardo Santos.

Já o técnico Hélio Lisboa Justino avaliou positivamente a participação do Brasil no Mundial. "Acho que fizemos um bom campeonato. Mostramos nosso potencial e jogamos de igual para igual com todo mundo. Empatamos com a atual campeã europeia, que é a Alemanha. Já houve uma evolução e agora vamos melhorar ainda mais com nove jogadores desse grupo indo para Europa", declarou o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
handebolMundial JúniorBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.