Brasil perde, mas avança às oitavas no polo aquático masculino em Kazan

A seleção brasileira de polo aquático masculino voltou a tropeçar no Mundial de Esportes Aquáticos nesta sexta-feira. Mas garantiu vaga nas oitavas de final em Kazan, na Rússia, apesar da derrota por 10 a 6 para o Canadá. Seu próximo adversário será os Estados Unidos.

Estadão Conteúdo

31 de julho de 2015 | 17h37

Ainda sem vencer na competição, o Brasil tem duas derrotas e um empate. Assim, ficou em terceiro lugar no Grupo A. O Canadá garantiu o segundo lugar, enquanto a Croácia ficou em primeiro, assegurando vaga direta nas quartas de final.

Nesta sexta, o Brasil esteve longe de repetir a grande atuação contra a Croácia, na quarta. Naquele jogo, contra os atuais campeões olímpicos, a seleção perdeu por um apertado 10 a 9 e teve chances de surpreender os favoritos. Contra os canadenses, os brasileiros tiveram um início de jogo hesitante, quando levaram 3 a 0 e não conseguiram buscar a diferença.

"O time levou um placar de 3 a 0 muito cedo e ficou complicado para reagir. Não demos sorte em alguns ataques. Os canadenses entraram mordidos pela derrota no Pan de Toronto e foram muito bem. O resultado, entretanto, não vai abalar o Brasil, que tem o objetivo de fazer história no Mundial, e sabe que pode ir bem nas oitavas", avaliou o goleiro Vinícius Antonelli. Os gols brasileiros foram marcados por Felipe Silva (dois), Josip Vrlic, Felipe Perrone, Bernardo Gomes e Guilherme Gomes.

Depois da decepção, o time brasileiro espera se reabilitar contra os Estados Unidos. "É um velho conhecido nosso. Fizemos bons duelos nas últimas semanas, e vencemos a disputa do bronze da Liga Mundial e perdemos a final do Pan. Conhecemos bem o estilo deles. O Brasil sabe que pode jogar em igualdade contra qualquer rival. Nós mostramos isso no duelo com a campeã olímpica, a Croácia. Se o Brasil quiser se consolidar na elite, terá que vencer os jogos importantes, como este", afirmou o atacante Gustavo Guimarães, o Grummy.

A partida contra os Estados Unidos está marcada para o domingo, às 11h30 (horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.