Brasil perde todos os jogos da primeira fase

O Brasil teve uma triste despedida do Campeonato Mundial Masculino de Handebol. Mais uma vez o time perdeu pela diferença de um gol, desta vez para o Japão, 33 a 32. Com o resultado, a seleção se despede da competição na primeira fase, sem ganhar nem um jogo sequer, ao contrário de dois anos atrás, quando foi eliminada, mas ao menos comemorou sua primeira vitória contra um time Europeu, a Suécia. Agora disputará a Copa Presidente, que definirá as colocações de 13.º a 24.º no Mundial. O primeiro adversário, amanhã, será o Egito.

, O Estado de S.Paulo

21 de janeiro de 2011 | 00h00

O equilíbrio foi a tônica do jogo, tanto que a maior diferença entre as equipes no marcador foi de três gols a favor do Japão, no segundo tempo. O artilheiro da partida foi o pivô Vinícius, com 8 gols. O desempenho, no entanto, não foi suficiente para a equipe manter uma regularidade e sair de quadra com a vitória.

"Infelizmente melhoramos apenas no final da primeira fase da competição", avaliou o técnico do Brasil, o espanhol Javier Cuesta. "Na partida nosso ataque funcionou bem novamente, como na último jogo, contra a Noruega (o time perdeu por um gol de diferença, 26 a 25), mas ainda erramos muito nas finalizações. Porém é importante destacar que a equipe teve um bom desenvolvimento."

Para o ponta Gil, o Brasil evoluiu. "Estivemos bem em diversos momentos, melhoramos aos poucos no campeonato, mas, infelizmente, não conseguimos acertar a tempo em alguns setores para conseguir a vaga."

A Argentina, por sua vez, se classificou para a segunda fase, vencendo o Chile por 35 a 25.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.