Hector Retamal/AFP
Hector Retamal/AFP

Brasil pode ganhar uma medalha de ouro no Pan após caso de doping

Prazo para disponibilizar os resultados pode chegar a um mês

Marcio Dolzan, Nathalia Garcia e Paulo Favero, ENVIADOS ESPECIAIS A TORONTO, O Estado de S. Paulo

27 de julho de 2015 | 08h18

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) confirmou que o quadro de medalhas do País nos Jogos Pan-Americanos de Toronto pode sofrer alterações. Um medalhista de ouro da competição foi pego no exame antidoping e quando a informação for oficializada um atleta brasileiro, que foi prata na disputa, herdará a medalha de ouro.

A entidade não pode passar mais detalhes do caso porque só quem pode divulgar a informação é a Odepa (Organização Desportiva Pan-Americana), que ainda vai se reunir para debater o assunto. "Não posso dar detalhes do caso, já falei até demais", comentou Marcus Vinicius Freire, diretor executivo de esportes do COB.

O Brasil conquistou 40 medalhas de prata no Pan, sendo que em 22 delas o vitorioso conquistou em prova individual. Assim, o ouro poderia sair do atletismo, canoagem, judô, patinação, remo, vela, tiro esportivo, natação, tênis de mesa ou levantamento de peso. Com isso, o número total de medalhas não mudaria: continuaria em 141, mas sendo 42 de ouro, 39 de prata e 60 de bronze.

Segundo Eduardo de Rose, presidente da Comissão Médica da Odepa, o prazo para divulgação dos resultados pode chegar a quase um mês. "O laboratório conclui os exames até o fim da semana que vem. Aí é necessário mais uma semana para dar sequência a eventuais resultados e outra para a Odepa informar se houve mais violações da regra do doping", explicou, garantindo que não tem informações sobre qual modalidade houve o teste positivo.

A estimativa inicial da Odepa era realizar 1.500 exames antidoping nos atletas. Todos os casos que forem flagrados durante o Pan serão encaminhados à Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) e às respectivas federações esportivas, já que não cabe à Odepa suspender os atletas flagrados. De acordo com seu estatuto, a entidade apenas tem o poder de excluir os envolvidos das competições que organiza.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Pan-Americanosdoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.