Brasil pronto para decidir Liga Mundial

Atual campeã olímpica e mundial, a seleção brasileira masculina de vôlei parte nesta sexta-feira em busca de mais um título: tenta ser campeã pela quinta vez da Liga Mundial, sendo a terceira seguida. A estréia na fase final do torneio é contra os donos da casa, Sérvia e Montenegro, a partir das 15 horas (horário de Brasília), em Belgrado - a Globo transmite ao vivo.Antes do Brasil entrar em quadra, Cuba e Polônia se enfrentam a partir das 12 horas (horário de Brasília) - com transmissão da SporTV. Assim, o vencedor de um jogo pega o perdedor do outro na rodada de sábado. E quem vencer irá fazer a final do torneio no domingo.Na fase de classificação da Liga Mundial, o Brasil somou 11 vitórias e apenas uma derrota (para Portugal), mas enfrentou rivais que não têm a mesma força dos finalistas - encarou também o Japão e a Venezuela.Por isso, a final da Liga Mundial é o primeiro grande teste desse novo grupo montado pelo técnico Bernardinho. No começo do ciclo olímpico que vai até os Jogos de Pequim, em 2008, ele já não pôde contar mais com três jogadores muito importantes, que deixaram a seleção: Maurício, Giovane e Nalbert.?O time cresceu, melhorou, mas ainda espero mais. Nossa maior preocupação é terminar as finais com a convicção de que fizemos tudo o que poderíamos fazer. Tradição e resultados anteriores não garantem nada a partir de agora?, avisou Bernardinho, prevendo um duelo equilibrado na abertura da fase final. ?A Sérvia tem sido nosso rival ao longo dos anos. Joga em velocidade e tem um oposto muito bom (Miljkovic). Atuam em um sistema parecido com o nosso, sacam bem, têm jogadores muito fortes e um bom equilíbrio entre ataque e defesa.?Consciente do favoritismo brasileiro, o técnico Ljubomir Travica aposta no fato de jogar em casa para levar a Sérvia à vitória. ?A torcida fará pressão, mas será uma pressão favorável, que nos fará jogar ainda melhor. Sempre se quer vencer quando se enfrenta a melhor equipe do mundo. E hoje esta equipe é o Brasil?, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.