Brasil quer impressionar nos Jogos

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) espera que os integrantes da Organização Desportiva Sul-Americana (Odesur) e os quase 4.000 participantes (atletas, oficiais, árbitros e imprensa) deixem o Brasil após os dez dias de competições ?bem impressionados com uma organização profissional?, feita no curto prazo de três meses. Os 7º Jogos Sul-Americanos ? que o País assumiu com a desistência de Córdoba (Argentina), e Bogotá (Colômbia) ? são um teste para a candidatura do Rio, apoiada pelo COB, a sede dos Jogos Pan-Americanos de 2007.A disputa multiiesportiva do continente começa nesta quinta, em Belém, Curitiba, Rio e São Paulo, e até dia 11 reúne 2.069 atletas de 14 países, em 26 modalidades. Em Belém e no Rio, as cerimônias de abertura serão nesta quarta.Mostrar serviço - Um batalhão de 827 pessoas formam o Comitê Organizador, que deseja mostrar capacidade de organização. ?Afinal estamos em campanha. A Odepa (Organização Desportiva Pan-Americana), que organiza o Pan, vai nos visitar?, afirmou Roberto Osires Silva, o Paulista, coordenador da competição em São Paulo. O Brasil concorre com San Antonio, nos Estados Unidos, para organizar o Pan-Americano de 2007. Os 15 integrantes da Odesur votam.Celulares para chefes de missão, batedores para os ônibus que irão ao São Paulo e ao Espéria, planilhas de chegadas em computador, credenciais com padrões olímpicos. ?Acho que já impressionamos os chefes de missão?, afirma Paulista. São Paulo será sede de provas de boliche, caratê, levantamento de peso, softbol, tênis de mesa, tênis e patinação. O golfe será em Mogi das Cruzes, o handebol em São Bernardo e o tiro em Americana. Não haverá cobrança de ingressos para ver as disputas.Investimentos - A Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação, da Prefeitura, investiu cerca de R$ 500 mil; a Secretaria da Juventude e Esportes, do Governo do Estado, cerca de R$ 40 mil; o Ministério dos Esportes liberou R$ 4,5 milhões (para todos os Jogos) que serão usados em hospedagem e alimentação. Os clubes privados cederam sedes. ?Após tanto futebol, é bom mostrarmos que outras modalidades fazem parte do universo esportivo?, afirmou Nádia Campeão, secretária municipal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.