Javier Galeano/AP
Javier Galeano/AP

Brasil se classifica para três finais do judô no Pan de Guadalajara

País vai brigar por medalhas de ouro na noite desta sexta-feira no México

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2011 | 16h27

GUADALAJARA - O Brasil se classificou nesta sexta-feira para três das quatro finais do judô nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Leandro Cunha (até 66kg), Bruno Mendonça (até 73 kg) e Rafaela Silva (até 57 kg) venceram seus combates e vão tentar a conquista da medalha de ouro ainda neste noite. Katherine Campos (até 63 kg) buscará o bronze após perder nas semifinais.

Vice-campeão mundial neste ano, Leandro Cunha estreou em Guadalajara com vitória sobre o canadense Sasha Mehmedovic. A arbitragem desta luta foi confusa, com dois ippons do brasileiro sendo invalidados. No terceiro, ele garantiu a sua vitória. Em seguida, Cunha derrotou o mexicano Francisco Carreon por ippon. Na final, ele vai lutar contra o norte-americano Kenneth Hashimoto.

Bruno Mendonça abriu a participação com vitória por yuko sobre o chileno Fernando Salazar. Depois, superou o canadense Nicholas Triton por ippon para se garantir na final do Pan. O adversário do brasileiro na disputa da medalha de ouro será o cubano Ronald Girones.

Rafaela Silva, que foi vice-campeã mundial neste ano, estreou em Guadalajara com vitória sobre a canadense Joliane Melançon por ippon. Depois, superou a colombiana Yadinis Amaris por waza-ari. Na decisão, a brasileira vai encarar a cubana Yurisleidys Lupete.

Já Katherine Campos vai buscar a medalha de bronze na repescagem. A brasileira iniciou a participação no Pan com vitória sobre a porto-riquenha Jessica Garcia por yuko. Nas semifinais, porém, perdeu para a mexicana Paloma Acosta e assim tentará o bronze ainda nesta noite.

Com esses resultados, o judô brasileiro segue com chances de concretizar o objetivo de conquistar medalhas nas 14 categorias do Pan de Guadalajara. Nos dois primeiros dias de competição, o País conquistou três ouros, uma prata e três bronzes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.