Brasil sofre, mas bate Irã e fica perto de avançar no Mundial de Futebol de Areia

A seleção brasileira conquistou neste domingo a sua segunda vitória no Mundial de Futebol de Areia, mas de modo bem sofrido. Na cidade portuguesa de Espinho, em duelo válido pelo Grupo C, o Brasil precisou de uma virada para derrotar o Irã por 4 a 3, ficando bem próximo da classificação para as quartas de final.

Estadão Conteúdo

12 de julho de 2015 | 15h33

As duas seleções entraram para o jogo embaladas por vitórias na estreia - o Brasil aplicou 5 a 1 no México e o Irã superou a Espanha por 6 a 5. Porém, o confronto anterior entre as duas equipes no Mundial, em 2013, quando a seleção brasileira triunfou por 4 a 1, parecia indicar que a equipe poderia voltar a ganhar com alguma facilidade.

Mas não foi o que aconteceu, tanto que o Irã terminou o primeiro período vencendo por 3 a 1 com dois gols de Akbari e outro de Ahmadezadeh, enquanto Fernando DDI anotou o gol brasileiro. Porém, ainda nos instantes finais do primeiro período o Brasil arrancou o empate, com gols de Bruno Xavier, de pênalti, e Bokinha.

A virada brasileira, porém, só se deu no terceiro e último período, quando Mauricinho desempatou o placar, assegurando o triunfo da seleção por 4 a 3. Assim, o Brasil chegou aos seis pontos, na liderança isolada do Grupo C.

Irã e a Espanha, que neste domingo derrotou o México por 3 a 1, estão com três pontos. Já os mexicanos ainda não pontuaram. O Brasil encerra a sua participação na fase de grupos do Mundial na próxima terça-feira, quando vai enfrentar a Espanha.

Também neste domingo, pela segunda rodada do Grupo D, a Rússia bateu Madagáscar por 4 a 2 e Taiti superou o Paraguai por 7 a 5. Com os resultados, russos e taitianos já estão garantidos na próxima fase do Mundial de Futebol de Areia.

Tudo o que sabemos sobre:
futebol de areiaMundialBrasilIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.