Brasil tem estréia modesta no WCT

O Brasil teve uma estréia modesta no World Championship Tour (WCT) de 2005. Neco Padaratz foi o único brasileiro a se classificar por antecipação para a terceira fase do Quicksilver Pro, a primeira etapa do campeonato, em Gold Coast, Austrália. O brasileiro ficou em primeiro lugar na sua bateria contra os australianos Mark Occhilupo e Luke Stedman.Os outros cinco representantes do País no Mundial - Peterson Rosa, Marcelo Nunes, Paulo Moura, Raoni Monteiro, Victor Ribas, e Renan Rocha - ficaram para a disputa da repescagem. Moura lutou muito mas perdeu para o hexacampeão mundial Kelly Slater enquanto Peterson chegou a fazer a melhor onda de sua bateria, nota 8,5, mas não conseguiu uma nova onda que proporcionasse superar o australiano Darren O?Rafferty e o americano Chris Ward.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.