Brasil tem três vitórias, com duas dobradinhas, no GP de Uberlândia

O GP de Atletismo de Uberlândia, disputado ontem à noite, teve uma farta distribuição de medalhas de ouro aos brasileiros. Nos 800 metros, Kleberson Davide e Fabiano Peçanha fizeram dobradinha do País no pódio com, respectivamente, o primeiro e o segundo lugares na prova. Davide cruzou a linha de chegada em 1min47s44. A terceira posição ficou com o queniano Reuben Bett.Outra dobradinha brasileira aconteceu nos 200 metros. Vanda Ferreira Gomes ficou em primeiro, tempo de 23s54, seguida de Lucimar Aparecida de Moura e da americana Natalie Knight. Nos 1.500 metros feminino, Sabine Letícia Heitling terminou em primeiro lugar com o tempo de 4min25s27, à frente da colombiana Muriel Coneo e da panamenha Andrea Ferris.Em outras provas houve hegemonia americana. Os atletas dos Estados Unidos ganharam nos 110 metros com barreiras e no salto em altura, além de nos 200 metros masculino, nos 400 metros feminino e nos 100 metros feminino e masculino. Outro destaque foi a cubana Yargelis Savigne, que venceu o salto triplo com 14,73 metros. A marca é a mesma marca que ela conseguiu no GP de Fortaleza, dia 10, resultado que a mantém como líder do ranking mundial. VITÓRIA CONSISTENTEMas quem surpreendeu foi Dilshod Nazarov, do Tajiquistão, que venceu no lançamento do martelo com 79,28 metros. O atleta superou o campeão da Olimpíada de Pequim, o esloveno Primoz Kozmus. Foi uma disputa emocionante entre os dois, que quebraram o recorde do torneio três vezes. "Não estou acreditando que ganhei do Primoz, um campeão olímpico", comemorou Nazarov.

, O Estadao de S.Paulo

21 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.