João Neto/Fotojump - 05/02/2015
João Neto/Fotojump - 05/02/2015

Brasil tenta progredir na etapa de Barueri da Série Mundial de Rúgbi

No evento que será disputado neste fim de semana na Arena Barueri, meta da seleção é um lugar entre as oito melhores equipes

Alessandro Lucchetti, O Estado de S. Paulo

05 de fevereiro de 2015 | 17h50

 Depois da satisfatória participação na etapa de Dubai da Série Mundial de Rúgbi Sevens Feminino, a seleção brasileira joga como anfitriã a segunda etapa, em Barueri. O time comandado pelo treinador Chris Neill ficou em nono lugar nos Emirados Árabes Unidos, com direito a vitórias inéditas sobre Espanha e África do Sul, o que lhe valeu a Taça de Bronze. A participação na Série Mundial faz parte do trabalho de preparação que culmina nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio.

Em Barueri, o Brasil caiu no grupo B, com Austrália, Fiji e China. A Austrália foi vice-campeã em Dubai; Fiji superou o Brasil por 21 a 12 naquela etapa.

Mesmo estando o Brasil longe de representar qualquer tipo de ameaça à Austrália, sua capitã, Sharni Williams, nota uma grande evolução nas donas da casa. "Definitivamente as brasileiras progrediram bastante. Elas trocam bons passes e defendem bem. É uma equipe que deu um passo à frente, e está em outro patamar. Para mim é gratificante ver um país evoluir no meu esporte".


Já a capitã da seleção de Fiji, Priscila Siata, não foi tão diplomática. "O Brasil ainda não é uma equipe tão boa. Na última vez em que nos encontramos, vencemos com muita facilidade". A seleção de Fiji tem duas jogadoras radicadas no rúgbi neozelandês, uma das principais potências do mundo: Britanny Coates e Reijieli Uluinayau.

A capitã do Brasil, a pequena Paulinha Ishibashi, gostaria de ver o Brasil entre os oito melhores da etapa. "Quem sabe talvez uma Taça de Prata? Todo mundo está evoluindo no rúgbi. Vamos trazer mais resultados positivos de acordo com o desenvolvimento da nossa organização e trabalho. O Brasil tem que achar uma característica sua. Alguma coisa já está aparecendo: a gente tem habilidade, tentamos chutar, fazemos os falsos passes (os dummies, uma espécie de finta)".

O torneio será disputado na Arena Barueri (Avenida Prefeito João Vilalobo Quero, número 1001), no sábado e domingo (7 e 8 de fevereiro), das 9h às 18h45. Para entrar, basta doar um quilo de alimento. O primeiro jogo do Brasil será às 11h22, contra a Austrália.

Tudo o que sabemos sobre:
rúgbitupisPaula Ishibashi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.