Fábio Motta|Estadão
Fábio Motta|Estadão

Brasil terá Sarah Menezes em desafio contra a Mongólia

Equipe convoca principais judocas para compromisso preparatório

Estadão Conteúdo

22 de março de 2016 | 17h04

Em preparação para os Jogos Olímpicos do Rio, a equipe brasileira de judô terá neste fim de semana mais um compromisso: o desafio diante da Mongólia. Na sede do Pinheiros, clube de São Paulo, alguns dos principais judocas do País terão mais um teste para o principal evento do ano, inclusive a campeã olímpica de Londres Sarah Menezes, grande destaque da convocação.

"A Mongólia tem uma característica diferenciada no judô. É uma mistura de estilos. Eles gostam de fazer força e são explosivos ao mesmo tempo. São perigosos e, por isso, é preciso ter atenção o tempo todo na luta", explicou Sarah. "Mas, as minhas expectativas são sempre as melhores, de lutar bem e ajudar a equipe a vencer."

Sarah Menezes é uma das esperanças de medalha do judô brasileiro para o Rio, na categoria até 48kg, mas o País tem outros bons nomes que estarão no tatame este fim de semana. No confronto por equipes mistas, o País será representado por Maria Portela (70kg), Rochele Nunes (+78kg), Alex Pombo (73kg) e Victor Penalber (81kg).

Penalber, aliás, vive grande fase e é o quarto colocado do ranking mundial da Federação Internacional de Judô em sua categoria, melhor posição de um brasileiro. Ainda assim, ele sabe que o País não terá facilidade diante da Mongólia.

"É um país que tem tradição no judô, tem atletas muito duros e que gostam de lutar muito perto, com técnicas de abraço", explicou. "Então, uma das estratégias que podemos usar é tentar manter a distância e chegar primeiro na disputa da pegada, colocar os golpes na frente e evitar o jogo amarrado que só favorece o estilo mongol."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.