Brasil termina Mundial de Natação com 2 medalhas

O Brasil terminou o Mundial de Natação em piscina curta (25 metros), encerrado neste domingo em Xangai, na China, com 2 medalhas. Ambas foram conquistadas por Kaio Márcio Almeida: ouro nos 100 metros borboleta e bronze nos 50 metros borboleta.Neste domingo, o Brasil participou de 3 finais. César Cielo Filho, que tinha feito o melhor tempo das eliminatórias, terminou em 5º lugar nos 100 metros livre (48s04). Rebeca Gusmão também chegou na 5ª posição nos 50 metros livre (24s80). E Conrado Chede foi o 10º colocado na classificação geral dos 1.500 metros livre (15m06s80).Balanço do BrasilA delegação brasileira em Xangai tinha 20 nadadores e o grande destaque foi mesmo Kaio Márcio, com suas duas medalhas. Ele também disputou a prova dos 200 metros borboleta, mas não conseguiu passar para a final - fez o 10º tempo nas eliminatórias.Além das medalhas de Kaio Márcio, os brasileiros bateram dois recordes sul-americanos em Xangai. O revezamento 4x200 metros livre masculino (Rodrigo Castro, César Cielo, Thiago Pereira e Lucas Salatta) fez 7m06s09 e Mariana Brochado marcou 4m07s21 nos 400 metros livre.A decepção foi Thiago Pereira, grande nome da nova geração da natação brasileira, ao lado de Kaio Márcio. Ainda recuperando a melhor forma depois de uma grave contusão sofrida no ano passado, ele só conseguiu chegar a uma final, no revezamento 4x200 metros livre, terminando em 5º lugar.Mas Thiago Pereira falhou na defesa do seu título nos 200 metros medley, conquistado na última edição do Mundial, realizado em 2004, em Indianápolis (EUA). Depois daquele ouro, ele conseguiu apenas o 15º lugar nas eliminatórias em Xangai, ficando fora da final. Nas outras duas provas que disputou, foi 12º nos 100 metros medley e 17º nos 200 metros livre.Destaques do campeonatoO Mundial de Xangai teve 4 recordes mundiais quebrados. Só o norte-americano Ryan Lochte bateu 2: 200 metros medley e 200 metros costas. Os outros foram no revezamento, com a Austrália no 4x100 metros medley e a Holanda no 4x100 metros livre.Na classificação geral por países, a Austrália foi a primeira colocada do Mundial em Xangai, com 12 medalhas de ouro, mais 9 de prata e 4 de bronze. E a vantagem foi grande, pois o segundo colocado, os Estados Unidos, teve 6 de ouro, 7 de prata e 8 de bronze. O Brasil terminou em 11º lugar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.