Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Brasil vai a mais 2 finais na natação

Depois da medalha de prata conquistada pelo revezamento 4x100 metros livre no primeiro dia do Mundial de Piscina Curta (25 metros), em Indianápolis (EUA), a equipe brasileira de natação conseguiu outros bons resultados nesta sexta-feira. Os atletas do País obtiveram vagas em duas finais e duas semifinais.A equipe do revezamento 4x200 metros livre, formada Rodrigo Castro, Thiago Pereira, Lucas Salatta e Rafael Mósca, fez o quarto tempo das eliminatórias, com 7m15s50, e vai disputar a final ainda nesta sexta-feira - a SporTV transmite a partir das 21 horas (horário de Brasília).Lucas Salatta também conseguiu vaga em outra final. Ao fazer o quinto melhor tempo das eliminatórias dos 400 metros medley (4m13s06), ele vai disputar medalha nesta noite.Em outras finais programadas para hoje, mais três brasileiros estarão na água, depois de conseguirem vaga nas semifinais de quinta-feira à noite. São eles: Kaio Márcio Almeida, nos 100 metros borboleta, Eduardo Fischer e Henrique Barbosa, ambos nos 100 metros peito.As eliminatórias desta sexta-feira ainda classificaram Rebeca Gusmão para as semifinais dos 100 metros livre - 13º tempo (55s45). Nicholas dos Santos e César Cielo Fielho também são semifinalistas, nos 50 metros livre, com a 3ª (21s90) e a 10ª (22s17) melhores marcas, respectivamente.Mais duas brasileiras caíram na água nesta sexta-feira em Indianápolis. Flávia de Jesus foi a 18ª nos 100 metros livre (55s99) e 26ª no 50 metros borboleta (28s32), sendo eliminada. Outra já desclassificada foi Flávia Delaroli, que ficou em 18º nos 50 metros borboleta (27s81). E Rebeca Gusmão, que tinha avançado nos 100m livre, fracassou nos 100 metro medley, ao terminar na 18ª posição (1m04s47).

Agencia Estado,

08 de outubro de 2004 | 15h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.