Korbphuk Phromrekha/AP
Korbphuk Phromrekha/AP

Brasil vê quartas como 'estreia' no Mundial de Futsal

Depois de marcar 36 gols nos quatro primeiros jogos, a Argentina, nesta quarta-feira, promete ser adversário duro

O Estado de S. Paulo

13 de novembro de 2012 | 17h13

BANGCOC - Em quatro jogos disputados até agora no Mundial de Futsal, o Brasil colecionou quatro vitórias tranquilas, sobre Japão (4 a 1), Líbia (13 a 0), Portugal (3 a 1) e Panamá (16 a 0). Por isso, o técnico Marcos Sorato entende que o duelo contra a Argentina, nesta quarta-feira, já pelas quartas de final do campeonato, é como se fosse a estreia brasileira.

"A gente está muito consciente do momento. Acho que agora vai começar realmente a Copa do Mundo, contra a Argentina. O que foi feito de bom ficou para trás. É um referente positivo, mas a gente sabe que contra uma Argentina, acostumada a várias batalhas, é um jogo só. Então, começa do zero e vai ser um jogo super difícil", avaliou Marcos Sorato.

Mas, além da boa campanha no Mundial, Marcos Sorato mostra confiança no grupo do Brasil. "Vamos tentar honrar o futsal brasileiro, a gente sabe da nossa responsabilidade. E a maneira de honrar é ganhando. Não tenham dúvida que o que foi apresentado agora quanto a vontade, disposição, disciplina e entrega, não vai faltar nunca", avisou o treinador.

Em busca do seu sétimo título na história do Mundial de Futsal - incluindo os dois campeonatos que foram organizados ainda antes da administração da Fifa -, o Brasil enfrenta a Argentina nesta quarta-feira, a partir das 7 horas (horário de Brasília), em Bangcoc, na Tailândia. O dia ainda terá as outras três partidas das quartas de final: Colômbia x Ucrânia, Portugal x Itália e Espanha x Rússia.

Tudo o que sabemos sobre:
futsalseleção brasileiraArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.