Brasil vence a Venezuela e segue invicto

O respeito e a concentração em demasia valeram ao Brasil uma fácil vitória sobre a Venezuela, pela terceira rodada da Copa do Mundo do Japão. Nesta madrugada de terça-feira, a seleção brasileira de vôlei masculino devolveu mais uma vez (já tinha vencido no Rio no Sul-Americano por 3 a 0) a derrota aos carrascos dos Jogos Pan-Americanos com tranqüilos 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/16 e 25/20, em 1h06. Agora, o Brasil viaja para Hamamatsu para enfrentar a eterna rival Itália, atual campeã européia, pela segunda etapa do torneio. O jogo será na quinta-feira às 7 horas de Brasília, com transmissão ao vivo da SporTV.O técnico Bernardinho parabenizou todos os jogadores pela vitória e mais uma vez demonstrou que em sua equipe não há titulares absolutos e muito menos reservas sem atividade. ?Estão todos de parabéns pela grande partida realizada diante de uma seleção de talento como a Venezuela?, disse. ?Sentimos a necessidade de ir fazendo substituições e preparando todos para os próximos jogos?.A tática tem uma finalidade. Teoricamente, o Brasil vai enfrentar, depois da França, uma das principais favoritas ao título. ?O próximo adversário é a Itália, uma das melhores equipes do mundo. Será uma partida crucial e devemos estar prontos. O torneio é muito longo e tem que dar descanso a alguns jogadores?, finalizou.O capitão Giba declarou que o jogo serviu para que todos mantenham ritmo de jogo. ?Vamos precisar dos 12 jogadores para conseguir nosso objetivo e por isso é bom que o Bernardinho dê oportunidades a todos?. O time jogou com Ricardo, Nalbert, Gustavo, Giba, Anderson, André Heller. Entraram no decorrer da partida Escadinha (líbero), Dante, Maurício e André Nascimento.Ainda pelo grupo B, jogaram Francia 3 x 2 Tunísia e Itália 3 x 1 Coréia do Sul. Pelo grupo A, jogaram EUA 3 x 1 China, Sérvia e Montenegro 3 x 1 Egito e Canadá 2 x 3 Japão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.