Luca Bruno/AP
Luca Bruno/AP

Brasil vence e garante a vaga na próxima fase do futebol feminino

Seleção derrota a Nova Zelândia por 1 a o em Cardiff, com gol da artilheira Cristiane

AE, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 12h33

PAÍS DE GALES, Cardiff - A seleção brasileira feminina de futebol não conseguiu repetir o mesmo desempenho da sua partida de estreia no torneio olímpico, quando goleou a seleção de Camarões, mas mesmo assim conseguiu a segunda vitória ao marcar no final com Cristiane para bater a Nova Zelândia por 1 a 0, neste sábado, no Millenium Stadium, em Cardiff, no País de Gales, pela segunda rodada do Grupo E. Com o resultado, o Brasil chegou aos seis pontos, na ponta da sua chave, e assegurou a sua classificação para as quartas de final dos Jogos. As neozelandesas ainda não pontuaram.

Agora, a seleção brasileira encerrará a sua participação na fase de grupos nesta terça-feira, quando vai encarar a anfitriã Grã-Bretanha, às 15h45, em Wembley. As britânicas também já garatiram a vaga e o terceiro jogo serve apenas para definir a primeira colocada da chave.

A vitória do Brasil teve participação decisiva de Cristiane. Depois de se tornar a maior artilheira da história do futebol feminino na Olimpíada na partida contra Camarões, ela marcou o seu 12º gol em edições dos Jogos e definiu o triunfo da equipe dirigida por Jorge Barcellos.

A partida começou em ritmo lento, concentrada no meio-de-campo, mas aos poucos o Brasil se impôs. E a primeira chance de gol surgiu aos 14 minutos, com um chute forte de Cristiane, de fora da área, que passou perto da seleção neozelandesa. Depois dessa oportunidade, porém, a seleção brasileira não conseguiu manter o bom ritmo.

A equipe passou a cometer muitos erros e teve dificuldades para sair da marcação neozelandesa, iniciada no campo de defesa do Brasil. Assim, a seleção da Oceania até ameaçou as brasileiras em algumas jogadas de bola parada com Percival.

Mas, melhor tecnicamente,a seleção brasileira desperdiçou a melhor oportunidade do primeiro tempo aos 43 minutos, quando Formiga pegou um rebote na entrada da área e finalizou para fora.

O Brasil voltou mais ofensivo no segundo tempo e conseguiu pressionar a Nova Zelândia e criar boas oportunidades de gol, principalmente com a lateral direita Fabiana. Na primeira delas, aos três minutos, Maurine recebeu um cruzamento livre na grande área, mas finalizou mal, para fora. Aos sete minutos, Marta tabelou com Fabiana, que cruzou para Cristiane. A atacante, porém, cabeceou para fora.

Depois desse bom começo, porém, o Brasil não conseguiu manter o mesmo ritmo, já que quase sempre parava na marcação da Nova Zelândia. O técnico Jorge Barcellos promoveu a entrada de Thaís Guedes para tentar aumentar o poder ofensivo da seleção brasileira.

Apesar da atuação tecnicamente ruim, o Brasil conseguiu fazer o gol da vitória aos 40 minutos. Marta levantou a bola na área em cobrança de falta, a goleiro Bindon saiu mal do gol e Cristiane foi oportunista ao tocar por cobertura, abrir o placar e definir o triunfo da seleção brasileira.

OUTRO JOGO 

Também neste sábado, o atual campeão mundial Japão não saiu do empate por 0 a 0 com a Suécia, em partida disputada em Coventry, válida pela segunda rodada do Grupo F. As duas equipes dividem a liderança da chave com quatro pontos.

Atualizada às 17:29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.