Brasil vence Jogos Sul-Americanos

A sétima edição dos JogosSul-Americanos, que reuniu em São Paulo, Rio de Janeiro,Curitiba e Belém atletas de 14 países que integram a Odesur,terminou na noite deste domingo com as finais do boxe na capitalparanaense. O campeão da disputa, porém, já estava definidodesde sábado: o Brasil. Ao conquistar em um só dia 58 medalhas, osatletas brasileiros conquistaram no total 330 medalhas (146 de ouro, 94de prata e 90 de bronze), recorde da competição, e, assim, ficouinviabilizada a possibilidade de o País ser alcançado. Foiquebrada a hegemonia que era da Argentina desde 1978.A Venezuela, ficou em segundo lugar com 228 medalhas(95 de ouro, 68 de prata e 65 de bronze) e a Argentina foi apenas a terceira, com com 75 medalhas de ouro, 91 de prata e 79 de bronze.Neste domingo, o destaque foi da ginastas brasileiras emCuritiba. Daniele Hypólito deu um verdadeiro show em sua últimaapresentação do programa de ginástica olímpica, no ginásio doTarumã. Conquistou o primeiro lugar no solo, com a nota 9,500.Foi a quinta medalha de ouro de Daniele. Sua superioridade sobreas adversárias no solo foi tão grande que a segunda colocada naprova, a argentina Daniela Conde, conseguiu 8,375. MartinaCastro Lazo, do Chile, ficou em terceiro lugar, com 8,050.Na ginástica rítmica desportiva, a GRD, a brasileira LarissaBarata, de 15 anos, venceu nas maças e terminou como a melhorginasta em seu esporte. Na última disputa do dia, ela conseguiu25,250 pontos, contra 24,725 da argentina Anahí Sosa. MariaAntonela Yacobelli, também da Argentina, foi a terceira colocada com 24.350. Na briga pelas medalhas, Larissa ganhou quatroouros (individual geral, equipe, bola e maça) e duas pratas(corda e arco). Anahí conquistou dois ouros (corda e arco) equatro pratas (individual geral, equipe, bola e maça).As primeiras medalhas de ouro de sábado saíram da ginásticaartística masculina, em Curitiba, do tênis de mesa, em São Paulo e do taekwondo, no Rio. Só que o que era uma chuva fina virouuma enxurrada durante o dia, com brasileiros no alto do pódio emprovas de mountain bike, triatlo, karatê, boxe, tênis e boliche,fechando o dia com mais dois ouros na ginástica rítmica edesportiva. DOPING - A Comissão Médica dos Jogos Sul-Americanosanunciou oficialmente neste domingo o primeiro caso de doping deum integrante da delegação brasileira nos Jogos Sul-Americanos.O exame realizado pela atleta Eliana Luanda Cardoso Pereira, 19anos, detectou a presença de metabolitos de estanozolol,substância proibida, de acordo com o item 1.C do CódigoAntidoping do Movimento Olímpico. Durante a semana, o presidente da Odesur, AntonioRodrigues, havia declarado que estavam confirmados "maiscasos" de doping nesta edição do que na de Cuenca/98 ? quandoforam registrados dois. Antonio não precisou, no entanto, onúmero oficial de casos. A Odesur retirou da atleta brasileira amedalha de ouro conquistada nos 1.500 m no dia 3, em Belém. A chilena Eliana Vasquez, que completou a prova emsegundo lugar, fica com a medalha de ouro e sua compatriotaSusana Aburto, com a prata. A equatoriana Silvia Yucallia herdoua medalha de bronze. O médico Júlio César Alves, que acompanha Eliane desdemarço deste ano, enviou documento à Comissão Médica, antes doexame de contraprova, listando cinco suplementos nutricionaisque havia receitado à atleta. Ele admitiu que "de acordo com oproduto final, o pré-hormônio Androstene, pode ser convertido emEstanozolol". O objetivo era melhorar o aspecto físico e o rendimentotécnico da paciente. As substâncias listadas foram: creatina(5g/dia), BCAA (5g/dia), L-Glutamina (3g/dia), Complete Works(40g/dia) e Nor-andro-stack (2 capsulas/dia). Até a noite desábado já haviam sido realizados 178 controles de doping.Classificação final dos VII Jogos Sul-Americanos:País Ouro Prata Bronze Total Brasil 146 94 90 330Venezuela 95 68 65 228 Argentina 75 91 79 245 Chile 29 41 48 118 Equador 23 32 38 93 Peru 6 28 29 63 Antilhas Holandesas 3 2 2 7 Uruguai 2 8 20 30 Panamá - 6 6 12 Paraguai - 1 8 9 Guiana - 1 7 8 Aruba - 1 2 3 Bolívia - - 8 8 Suriname - - - -

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.