Brasil vence nas duplas e fecha confronto na Davis

O Brasil venceu o confronto com o Equador por 4 a 0 e garantiu sua vaga na repescagem do Grupo Mundial da Copa Davis. A classificação veio neste domingo, em Cuenca, com a vitória brasileira no jogo de duplas: André Sá e Marcos Daniel derrotaram Nicolas Lapentti e Carlos Avellán por 3 sets 0, com parciais de 7/6 (7/2), 6/2 e 6/3.O jogo de duplas era para ter sido disputado no sábado, mas acabou adiado para domingo por causa do atraso na programação do confronto. Afinal, na sexta-feira, as chuvas em Cuenca permitiram a realização de apenas uma partida de simples e a outra foi disputada no sábado.Na sexta-feira, Flávio Saretta derrotou Giovanni Lapentti, que se contundiu e desistiu do jogo no terceiro set. Depois, no sábado, Ricardo Mello ganhou de Nicolas Lapentti por 3 sets a 2.Assim, como não houve tempo de jogar as duplas no sábado, o confronto acabou ficando para domingo. E, como o Brasil já tinha fechado a vitória sobre o Equador e não há iluminação artificial na quadra de Cuenca, foi disputada apenas uma partida de simples das duas previstas para o último dia.Nesse último jogo do confronto, Saretta apenas cumpriu tabela e venceu Carlos Avellán por 2 sets a 0, com duplo 6/4. Com isso, o Brasil terminou o confronto com vitória por 4 a 0.Com essa vitória sobre o Equador, o Brasil volta a ficar perto da primeira divisão da Davis, depois de ter caído para a terceira. Para isso, basta vencer o próximo confronto, marcado para setembro.O próximo adversário do Brasil na Davis ainda não está definido - o sorteio acontece na próxima quinta-feira. Sairá dos países que foram eliminados na primeira rodada do Grupo Mundial: Áustria, Suécia, Espanha, Suíça, Alemanha, Holanda, Romênia ou Eslováquia. Esse texto foi atualizado às 20 horas

Agencia Estado,

09 de abril de 2006 | 14h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.