Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Brasil vence Romênia e garante primeiro lugar do grupo

Seleção fez 33 a 28 e manteve a invencibilidade no Mundial feminino de handebol

Nathalia Garcia, estadão.com.br

08 de dezembro de 2011 | 21h23

SÃO PAULO - O Brasil continua arrasador no Mundial feminino de handebol. Embalado pela vitória sobre a poderosa França, vice-campeã mundial, o time bateu a Romênia por 33 a 28 no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, nesta quinta-feira. Com o triunfo, a seleção chegou a 8 pontos (quatro vitórias e nenhuma derrota) e já se garantiu como a primeira colocada do Grupo C, para surpresa de muitos.

Assim, as comandadas pelo técnico Morten Soubak enfrentarão o 4º lugar do Grupo D nas oitavas de final. Argentina, Costa do Marfim e Uruguai - que teoricamente são rivais mais fracos - estão entre os candidatos, com mais chances para o país africano.

No Grupo C, o único adversário que ainda pode igualar a pontuação do Brasil é a França (em caso de vitória sobre a Romênia e de um tropeço brasileiro). Apesar disso, as donas da casa estão em vantagem pelo resultado do confronto direto usado como primeiro critério de desempate.

As brasileiras fazem a última partida da primeira fase nesta sexta-feira, às 19h45, contra a Tunísia, uma das equipes mais frágeis da chave. Como já está com a classificação na liderança garantida, o treinador pode optar por dar descanso para algumas atletas, já de olho nas oitavas de final.

JOGO

As meninas do Brasil começaram com um ritmo bem forte de jogo. A defesa atenta e bem posicionada permitiu que a equipe ganhasse confiança para ir para cima das adversárias. No ataque, a equipe da casa abriu vantagem logo no início com gols da meia-esquerda Duda, da pivô Dara e da ponta-esquerda Fernanda França. As romenas esboçaram uma reação, mas as brasileiras logo voltaram ampliar o placar com belos gols da ponta-direita Alexandra, que tem se destacado no Mundial.

Aos 20 minutos, a equipe perdeu o controle inicial e a Romênia cresceu no jogo. No entanto, mais uma vez s a goleira Chana fez a diferença com importantes defesas, inclusive de um tiro de sete metros. A primeira etapa terminou com vitória parcial do Brasil por 14 a 11.

O jogo recomeçou no segundo tempo bastante equilibrado. As romenas tentaram neutralizar o ataque brasileiro com marcação individual sobre a meia Duda - feita por Cristina Georgiana Varzaru - e a central Ana Paula - por Ramona Petruta Farcau. A estratégia não surtiu o efeito esperado com boas escapadas em velocidade da meia.

O Brasil mostrou bastante eficiência nas finalizações e conseguiu se manter sempre à frente do placar por todo período. Mesmo com um pequena pressão no fim, o Brasil manteve a diferença no placar e, com uma rápida troca de passes, a central Mayara ficou livre para o gol e cravou a vitória do Brasil, que continua invicto na competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.