CBHb
CBHb

Brasil vira sobre Japão e se classifica no Mundial de Handebol Feminino

Vitória por 29 a 25 em Castellón, na Espanha, leva seleção brasileira para a segunda fase com 100% de aproveitamento

Redação, Estadão Conteúdo

04 de dezembro de 2021 | 20h44

O Brasil fez um jogo de recuperação contra o Japão neste sábado e irá adiante para a segunda fase do Mundial de Handebol Feminino, em Castellón, na Espanha. A seleção brasileira terminou o primeiro tempo em desvantagem, mas conseguiu reagir na parte final do confronto e venceu o jogo por 29 a 25. Com a vitória, o Brasil garante a classificação no Grupo G.

O Japão conseguiu endurecer o jogo diante do Brasil e terminou os primeiros 30 minutos de partida com uma vantagem de 15 a 12 no placar. As japonesas se aproveitaram do baixo aproveitamento ofensivo do Brasil e dos bons contra-ataques para construir a vantagem.

O time comandado por Cristiano Rocha contou com algumas alterações no intervalo e se acertou para o segundo tempo, tornou a marcação mais efetiva e foi mais preciso na hora de atacar. O placar mudou de novo em poucos minutos e depois disso o Japão não conseguiu mais alcançar o time brasileiro.

Com a vitória por 29 a 25, o Brasil assume a liderança do Grupo G, já que na estreia derrotou a Croácia pelo placar de 30 a 25. Três equipes avançam em cada chave do mundial, o que permite classificação antecipada do Brasil. O próximo compromisso da seleção será contra o Paraguai, que perdeu seus dois jogos até agora. O jogo acontece nesta segunda-feira, às 14h. Uma vitória garantirá a primeira colocação do Brasil no grupo, o que pode favorecer o país no sorteio da segunda fase.

O técnico Cristiano Rocha analisou o desempenho da equipe na partida com um teste para o grupo que está se formando. "Este foi um jogo muito importante como teste desse novo grupo em vários aspectos. A equipe demonstrou muita capacidade de superar momentos de adversidade. O Japão exigiu muito da gente. Precisávamos de uma defesa concentrada a todo o momento porque elas rodam a bola muito rapidamente", afirmou.

"Conseguimos isso no segundo tempo. Melhoramos a defesa e aumentamos a confiança para atacar com mais equilíbrio. É muito importante passar por um momento de dificuldade e seguir tentando fazer o melhor possível. Isso foi visto hoje. Elas demonstraram, juntas, muita garra e poder de superação. Isso é extremamente importante para a continuidade do Mundial", completou Cristiano Rocha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.