Reprodução
Reprodução

Brasileira Rose Volante perde para Katie Taylor por nocaute técnico

Irlandesa ficou com os cinturões da Organização Mundial de Boxe, Federação Internacional de Boxe e Associação Mundial de Boxe dos pesos leve

Wilson Baldini Jr., O Estado de S.Paulo

16 de março de 2019 | 00h14

A brasileira Rose Volante foi derrotada pela irlandesa Katie Taylor, nesta sexta-feira à noite, na Filadélfia, Estados Unidos, por nocaute técnico, a 1min40 do nono assalto. Com o resultado, a lutadora europeia ficou com os cinturões da Organização Mundial de Boxe (OMB), Federação Internacional de Boxe (FIB) e Associação Mundial de Boxe na categoria dos pesos leves.

Katie Taylor soma agora 13 vitórias, com seis nocautes, enquanto Rose perdeu pela primeira vez na carreira profissional após 15 lutas. A brasileira chorou muito após a derrota e reclamou de uma cabeçada involuntária no último momento da luta.

Katie Taylor vai em busca do quarto título mundial ainda este ano, que pertence à belga Delfine Persson, campeã pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB).

"Quero agradecer muito meus treinadores e parabenizar a Rose pela grande luta. Quero me tornar a maior boxeadora de todos os tempos", afirmou Katie Taylor, de 32 anos, campeã olímpica em Londres-2012, cinco vezes campeã mundial e seis vezes campeã europeia.

A LUTA

Primeiro round - Rose vai para cima desde o primeiro segundo e se descuida na defesa e acaba recebendo uma direita no queixo em contra golpe e cai com 1min55 de luta. Ela sofre uma contusão abaixo do olho direito, mas segue na luta.

Segundo round  - Mais calma, Rose luta na média distância. Katie segue no contra golpe. A brasileira acerta sequência de dois golpes, irlandesa devolve com quatro socos na linha de cintura.

Terceiro assalto - Rápida, Katie entra e sai do raio de ação até com certa facilidade. Rose não acha a rival durante os dois minutos.

Quarto assalto - Katie começa a atacar. Com muita velocidade, passa a colocar várias sequências. Rose caminha mal e não chega perto da adversária.

Quinto assalto - Os dois minutos são todos de Katie, que começa a atacar na linha de cintura. Rose sente os golpes e demonstra cansaço.

Sexto assalto - Katie mantém ritmo forte e domina mais uma vez. Ela atinge vários golpes em Rose.

Sétimo assalto - Katie evita a troca de golpes e circula Rose. A brasileira busca encurtar a distância, mas não tem força.

Oitavo assalto - Katie acelera o ritmo e por duas vezes parece que vai conseguir o nocaute. Rose, corajosa, apanha muito e fica em pé. No intervalo, juiz diz que vai parar a luta se a brasileira não atacar a adversária.

Nono assalto - Rose não responde aos ataques constantes de Katie e o juiz encerra o combate.  

Mais conteúdo sobre:
boxeKatie Taylor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.