Brasileiro de esqui começa no Chile

Passado o frisson pela visita do técnico Felipão e a trégua da forte nevasca que caiu durante toda a semana, com temperaturas de 17º abaixo de zero, Valle Nevado volta suas atenções, nesta quinta-feira, para a abertura das provas do XVII Campeonato Brasileiro de Esqui. Com problemas musculares, o atual campeão Nicolai Hentsch não participa do torneio. Embora não descarte o favoritismo ao título, Mirella prefere nao criar muita expectativa para essa competição. "Com certeza não estou no auge do meu potencial. Estou sem treinar desde fevereiro, quando resolvi tirar férias depois da maratona de atividades nos Jogos Olímpicos". Melhor brasileira no ranking nacional, aos 19 anos, ela ainda curte a boa colocação nos Jogos de Inverno de Salt Lake City. No masculino, a briga promete ser acirrada, garante o vice-campeão brasileiro de 99, Thiago Vasconcelos. "Tanto eu quanto o Ricardo temos grandes chances de vencer. Vai depender de quem estiver com a melhor cabeça no dia da prova". As provas são disputadas segundo as regras da Federação Internacional de Ski (FIS) e classificatórias para o Mundial de 2003, na Suíça. Bola de neve - As tempestades de neve fizeram com que Associação Brasileira de Ski e Snowboard (ABSS) alterasse a programação inicial da competição por causa das más condições das pistas. As provas da categoria Slalom Gigante (menos veloz e com mais obstáculos) serão na quinta-feira e a da Super G (mais veloz e com menos obstáculos) serão na sexta-feira. No sábado acontecem as provas abertas e Masters de Slalom Gigante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.