Brasileiro é eliminado na semifinal

O brasileiro César Castro não conseguiu vaga na final da prova de saltos ornamentais, trampolim de 3 metros, do Mundial de Esportes Aquáticos em Barcelona, na Espanha. Ele já havia conseguido um grande feito ao passar pelas eliminatórias e chegar à semifinal, entre os 18 melhores.Faltou muito pouco para César Castro avançar na semifinal. Ele ficou em 13º lugar, a 1,63 ponto do 12º, o inglês Mark Shipman - apenas os 12 melhores vão à final. Tudo por causa de um pequeno erro no primeiro de seus cinco saltos, quando seus pés tocaram a ponta do trampolim.Caso tivesse conseguido a vaga na final, César Castro se tornaria o primeiro brasileiro a se classificar para a Olimpíada de 2004, em Atenas.?Este 1,63 ponto ficará na memória. Sei que posso saltar muito melhor e poderia ter entrado, e com uma boa colocação, não fosse por essa falha logo no primeiro salto. Ainda posso conseguir a vaga nos Jogos Olímpicos em janeiro, em Atenas, na Copa do Mundo que servirá como Pré-Olímpico?, lamentou.Quem também ficou perto da final foram as gêmeas Carolina e Isabela de Moraes, 13ª colocadas no dueto do nado sincronizado. A coreografia delas teve ?Trenzinho Caipira?, de Villa-Lobos, como tema.No pólo aquático, nova derrota brasileira. A equipe feminina perdeu nesta terça-feira para o Canadá por 9 a 2 - na estréia, caiu diante da Austrália por 8 a 2. Agora, o Brasil enfrentará a Grã-Bretanha, na quinta-feira, na última rodada do grupo A do Mundial.

Agencia Estado,

15 de julho de 2003 | 15h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.