Charlie Krupa/Reuters
Charlie Krupa/Reuters

Brasileiro fica em 56.º no slalom gigante em Vancouver

Jhonatan Longhi não consegue ficar entre os 30 primeiros; ele sofre com dores no ombro esquerdo na disputa

AE, Agencia Estado

23 de fevereiro de 2010 | 21h52

O brasileiro Jhonatan Longhi não conseguiu corresponder às suas próprias expectativas nesta terça-feira, em sua primeira prova disputada pelos Jogos Olímpicos de Inverno, em Vancouver, no Canadá. Jhonatan pretendia ficar entre os 30 melhores no slalom gigante do esqui alpino, mas terminou apenas na 56.ª posição geral, na soma de suas descidas na montanha de Whistler.  

 

Veja também

lista Tudo sobre os Jogos de Inverno

O atleta, que sofreu com dores no ombro esquerdo, ficou em 59.º em sua primeira descida, para depois terminar a segunda tentativa em 53.º. No total, Jhonatan fez o tempo de 2m54s03, 16s20 a mais que suíço Carlo Janka, que ficou com o ouro. A prata foi para o norueguês Kjetil Jansrud e o bronze para o seu compatriota Aksel Lund Svindal.

Jhonatan ainda voltará à montanha de Whistler no sábado, quando disputa o slalom especial. O atleta de 22 anos nasceu em São Paulo, mas foi adotado ainda muito jovem por uma família italiana, que o criou na Europa. Por isso, ele tem até dificuldades para falar português.

O esquiador foi o quarto brasileiro a competir em Vancouver. Antes, Isabel Clark (snowboard cross), Jaqueline Mourão (cross-country) e Leandro Ribela (cross-country) já haviam representado o País. A quinta e última atleta a entrar em ação será Maya Harrison, que disputa o slalom gigante nesta quarta-feira e o slalom especial na sexta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.