Brasileiro quebra tabu de 28 anos do País no golfe

Alexandre Rocha, 33 anos, conseguiu nesta segunda-feira encerrar um jejum de 28 anos entre os brasileiros, ao garantir o cartão de acesso para o prestigiado PGA Tour, a temporada profissional do golfe nos Estados Unidos. Ele é o segundo, no País, a se classificar para a disputa.

AE, Agência Estado

07 de dezembro de 2010 | 10h17

"Sempre pensei que pudesse chegar ao PGA Tour, mas nunca realmente acreditei. Ter jogado na Ásia e em todos os outros lugares em que já joguei me ajudaram muito", disse o golfista, em um comunicado. Rocha já jogou o European Tour e o Challenge Tour, os dois circuitos mais importantes da Europa. Atualmente, disputava o Tour Asiático.

Ele se classificou para a temporada norte-americana ao chegar à fase final do Qualifying School (chamado de "Q-School"), uma das categorias de acesso, terminando na 22.ª colocação, com um total de 419 tacadas (ou dez tacadas abaixo do par). Se desse mais uma tacada, estaria fora.

Apenas um golfista brasileiro disputou o PGA Tour até hoje: foi o carioca Jaime Gonzalez, no final da década de 70 até 1982. O curioso é que Gonzalez foi professor de Alexandre Rocha.

Tudo o que sabemos sobre:
golfePGA TourAlexandre Rocha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.