Brasileiro se recupera na última prova e é bronze no decatlo

Carlos Chinin, que foi mal no segundo dia de provas, venceu os 1500 metros e garantiu o bronze

24 de julho de 2007 | 20h01

Após a décima e última prova do decatlo, os 1500 metros, o brasileiro Carlos Chinin conquistou a medalha de bronze. O jamaicano Maurice Smith sagrou-se campeão e conquistou a medalha de ouro, com 8278 pontos no placar geral. A prata ficou para o cubano Yordan Garcia. Ivan Silva, o outro brasileiro, terminou a competição em sétimo. Com um tempo de 4min24s00 na última das dez provas do decatlo, Chinin saltou da quarta para a terceira colocação e conseguiu vaga no pódio.   Veja também: O quadro de medalhasOs detalhes das modalidades em disputa  As dez modalidades do decatlo são disputadas em dois dias. Primeiro, são os 100 metros rasos, salto em distância, arremesso de peso, salto em altura e 400 metros rasos. No segundo dia são as provas de 110 metros com barreiras, arremesso de disco, salto com vara, arremesso de dardo e 1500 metros rasos.   A primeira prova do dia do decatlo, sexta no geral, foram os 110 metros com barreira. Chinin conseguiu terminar sua bateria em segundo lugar, e Ivan foi apenas o quinto na outra. Os vencedores foram os cubanos Yordan Garcia e Leonel Suárez.   A segunda prova do dia já não ajudou os brasileiros. O lançamento de disco teve como vencedor Maurice Smith, com ampla vantagem. Chinin fez apenas 37,01 metros e Ivan alcançou 41,51 metros.   A oitava prova, o salto com vara, também não ajudou Chinin. Ryan Harlan, americano que disputava posição com o brasileiro, venceu a prova com 4,80m. Ivan Silva foi be, com 4,60m, ficando em quarto. Mas Chinin não conseguiu superar os 4,30 metros e caiu no ranking geral.A quarta prova do dia foi o lançamento de dardo. Chinin teve outra perfomance ruim: oitavo apenas. Ivan novamente ficou em quarto, mas era o suficiente para impulsioná-lo no quadro geral. Os dois cubanos, Leonel Suarez e Yordan Garcia dominaram a prova, fazendo dobradinha.   Chinin entrou em quarto na última prova do decatlo, e a vitória com espaço para o segundo colocado o permitiu realcançar a posição perdida ao longo do dia. Ivan Segundo o atleta, que sabia que a vitória na última prova era a única coisa que lhe daria medalha, afirmou que "precisava chegar na frente do americano e do cubano (um metro a frente). Quando passaram os 60 metros, eu pensei 'já era'".

Tudo o que sabemos sobre:
DecatloAtletismoPan 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.