Brasileiros brilham no Campeonato Sul-Americano e Latino-Americano de BMX

Os resultados conquistados ajudaram o País a somar pontos importantes no ranking por nações

Murillo Ferrari, Especial para o Estado

19 de outubro de 2012 | 19h24

SÃO PAULO - Os pilotos brasileiros Renato Rezende e Bianca Quinalha faturaram o Campeonato Sul-Americano de Bicicross, disputado em Santiago, no Chile, no último final de semana. Na prova da elite masculina Renatinho superou o argentino Ernesto Pizarro, seguido pelos brasileiros Hugo Osteti e Leandro Miranda, na terceira e quarta colocação, respectivamente. Pelo feminino, Bianca venceu a argentina Mariana Diaz. Priscilla Carnaval, outra atleta brasileira, conquistou a terceira colocação.

“Ainda estou me recuperando de uma lesão no ombro, então não estou com meu preparo físico 100%. Mesmo assim, foi muito bom saber que já estou conseguindo competir de igual para igual com meus adversários”, comemorou Renatinho.

Sobre os desafios dos dois campeonatos, o piloto revelou que a pista, finalizada apenas dois dias antes da competição, também aumentou a dificuldade. “O nível dos pilotos estava bem forte, mas a pista também complicou um pouco. Tinha muita trepidação nas retas e os atletas ficaram um pouco receosos”, explicou.

Disputado no domingo (14), o Brasil também conseguiu bom desempenho no Campeonato Latino-Americano de Bicicross. Bianca Quinalha venceu pelo feminino e Renato Rezende ficou no sexto lugar no masculino.

Campeonato Mundial

Os resultados conquistados no Chile ajudaram o País a somar pontos importantes no ranking por nações da União Ciclística Internacional (UCI), que definirá os classificados para o mundial de 2013, na Nova Zelândia. Atualmente, o Brasil ocupa a 9ª posição, 134 pontos atrás da Alemanha. Se ultrapassar os germânicos, o país poderá levar até seis atletas para o Mundial.

Em nota, o técnico da Seleção Brasileira de Bicicross, Guilherme Pussieldi, destacou os resultados obtidos no Chile. “Os pontos conquistados vão ajudar bastante a melhorar nossa classificação no ranking internacional da UCI. O nosso objetivo é conquistar mais vagas para o mundial de 2013.”

Tudo o que sabemos sobre:
CiclismoBMX

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.