Brasileiros "correm por fora" na SS

Nenhum deles apareceu nas entrevistas coletivas, para evitar a "pressão" de confirmar ou não o favoritismo entre os brasileiros. Mas o paranaense Vanderlei Cordeiro de Lima, 32 anos, terceiro na São Silvestre de 1996 e quarto nas edições de 1992 e 2000, e o piauiense Valdenor dos Santos, de 31 anos, são apontados como os mais bem preparados entre os fundistas nacionais para a corrida desta segunda-feira.O técnico Ricardo D?Angelo, que treina Vanderlei, disse que o atleta fez treinos específicos para a São Silvestre "e nunca esteve tão bem". Mas o fundista, que sofreu uma decepção ao desistir do Mundial de Edmonton, em agosto, por causa de uma contusão, não quer deixar "a empolgação tomar conta" de seu espírito antes da corrida. Vanderlei permaneceu em Campinas, onde mora, e só chega nesta segunda-feira, direto para a corrida.Entre os brasileiros, Valdenor, que venceu os 15 km da Gonzaguinha (a distância da São Silvestre), este mês, apareceu no hotel onde estão os competidores, mas passou rapidamente. Também fez treinos específicos para a corrida. Os dois são citados nas listas de todos os treinadores, que também colocam o etíope Tesfaye Jifar, o queniano David Cheruyiot e o tanzaniano John Yuda entre os favoritos.Outros bons fundistas brasileiros, que podem estar no pelotão da frente, são Daniel Ferreira, Marílson dos Santos, Emerson Iser Ben e Luiz Antônio dos Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.