Brasileiros decepcionam em Hamburgo na Super Copa de judô

Só Thiago Camilo, garantido na Olimpíada, e Leandro Guilheiro vão bem; neste domingo, só tropeços

Agência Estado

24 de fevereiro de 2008 | 21h29

As duas medalhas de bronze de Tiago Camilo e Leandro Guilheiro, no sábado, foram os melhores resultados para o judô do Brasil, que neste domingo voltou a ter um dia muito ruim em sua excursão, que é seletiva olímpica, pelo circuito europeu. Por performance, Tiago Camilo já garantiu sua vaga na Olimpíada de Pequim. Na Supercopa do Mundo de Hamburgo, na Alemanha, Edinanci Silva (-78kg) e Priscila Marques (+78kg) caíram na primeira rodada da repescagem. Leonardo Leite (-100kg) e Walter Santos (+100kg) ficaram na nona colocação. O médio Eduardo Santos também caiu na primeira rodada da repescagem.Os medalhistas olímpicos Tiago Camilo e Leandro Guilheiro foram ao pódio. Tiago, campeão mundial e prata nos Jogos de Sydney/2000, venceu o meio-médio (-81kg) russo Ivan Nifontov, por yuko. A partir dos resultados do circuito europeu, a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) definirá a seleção que vai à Olimpíada de Pequim, em agosto. Na comparação com o rival Flávio Canto, Tiago Camilo já pode comemorar sua vaga, independentemente do resultado que terá em Praga, dias 1 e 2. Flávio foi muito mal em sua passagem pela Europa, perdendo na primeira rodada nas duas etapas da Copa do Mundo que disputou.Leandro Guilheiro, medalha de bronze em Atenas/2004, subiu ao pódio com uma vitória entre os leves (-73kg) sobre canadense Nick Tritton, por koka.Neste domingo, Edinanci decepcionou. Perdeu para a chinesa Xia Liu por koka e para a portuguesa Yahima Ramirez por yuko. Priscila derrotou a italiana Michela Torrenti (ippon), mas perdeu a segunda luta para a bielo-russa Yuliya Barysik (ippon). Leonardo Leite foi superado pelo grego Dionysis Iliadis (wazari), na repescagem. O pesado Walter também foi para a repescagem - caiu na luta com o alemão Andreas Toelzer. Eduardo fez três lutas e foi eliminado quando perdeu para Batbayar Ariun Erdene, da Mongólia. O Brasil disputa, dias 1 e 2, as Copa do Mundo de Praga (masculino) e Varsóvia (feminino).

Tudo o que sabemos sobre:
judôSuper Copa do Mundo de judô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.