Brasileiros do squash lamentam falta de sorte no sorteio

Jogadores apontam como motivo para derrota a força do adversário e o fato de jogarem 2 vezes no mesmo dia

Vinícius Saponara, do estadão.com.br,

18 de julho de 2007 | 23h40

O Brasil conquistou nesta quarta-feira a medalha de bronze no torneio por equipes masculino do squash – mesmo com a derrota para o Canadá nas semifinais -, mas os jogadores têm certeza de que poderiam ter mais sorte na competição se fossem mais ajudados no sorteio das chaves. Tiveram azar de cair no mesmo lado dos canadenses, que agora encaram a Colômbia na final. Veja também:  Confira o quadro geral de medalhas  Conheça os detalhes das modalidades em disputa"Realmente por falta de sorte nós ficamos no mesmo lado deles [canadenses] e ainda tivemos o agravante de jogar duas vezes no mesmo dia. Eles, não. Descansaram o dia todo e ganharam da gente", afirmou Rafael Alarcon, melhor jogador do Brasil, que perdeu para Shahier Razik, atual número 20 do mundo.O brasileiro admite que seria muito difícil bater os canadenses, mas não deixa de ressaltar o mérito do time em ganhar o bronze. "O Canadá conquista o ouro em Pan desde que o esporte começou a ser disputado em 95. Eles têm muita tradição mesmo. Mas nós estamos de parabéns pela conquista. Treinamos três meses para jogar aqui e estamos de parabéns", disse.Luciano Barbosa, que foi derrotado na primeira partida do confronto, conta que o bronze é um alívio para todos, mesmo com um resultado pior que nas duas últimas edições do Pan – prata em Winnipeg (1999) e Santo Domingo (2003). "Tiramos um peso dos ombros. Precisávamos muito da medalha", ressaltou.

Tudo o que sabemos sobre:
squashPan 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.