Brasileiros ficam a 2 vitórias da medalha

Julião Neto e Yamaguchi Falcão ganham na estreia e, se vencerem mais dois combates, garantem ao menos o bronze

LONDRES, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2012 | 03h06

Depois das eliminações de Robson Conceição e Myke Carvalho no domingo, o boxe brasileiro somou duas importantes vitórias ontem em Londres. O primeiro a ganhar foi Julião Neto (até 60 quilos), que superou o norte-coreano Jong Choi Pak, por 12 a 8.

Com o triunfo na estreia, o brasileiro vai encarar nas oitavas de final o porto-riquenho Jeyver Cintrón, de 17 anos, apontado como um dos favoritos à medalha.

Apesar do resultado favorável, Julião não teve um bom desempenho contra o norte-coreano. Muito afobado, nervoso, errou vários golpes.

A outra vitória do boxe nacional veio com Yamaguchi Falcão (até 75 quilos), que suou bastante para eliminar o indiano Sumit Sangwan por 15 a 14.

Os dois estão a duas vitórias da medalha de bronze, pois no boxe o perdedor da semifinal tem o terceiro lugar garantido.

Outro que soma uma vitória é Robenílson de Jesus. O boxe brasileiro levou dez representantes para a Olimpíada de Londres. Sete homens e três mulheres, que participarão pela primeira vez dos Jogos.

Esperança. Sem uma medalha olímpica há 44 anos, desde Servílio de Oliveira, nos Jogos do México, em 1968, o boxe brasileiro concentra suas expectativas de pódio sobre o meio-médio ligeiro (até 64 quilos) Everton Lopes. Campeão mundial no ano passado (título inédito), o boxeador só fará sua estreia em Londres no sábado.

O sorteio levou Everton Lopes direto para a segunda rodada, mas ele poderá enfrentar o duríssimo cubano Roniel Iglesias, que não esteve no Mundial. Os dois lutaram no Pan de Guadalajara no ano passado e a vitória ficou com o lutador caribenho, eliminando o brasileiro.

Mas Iglesias terá, primeiro, de passar hoje pelo colombiano César Villarraga. / W.B.Jr.

BOXE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.