Brasileiros não se classificam às semifinais dos 400 m rasos

Sanderlei Parrela se atrapalha em sua prova e fica de fora pela disputa de medalha

23 de julho de 2007 | 15h35

O atleta brasileiro, Sanderlei Parrela, não foi bem na eliminatória dos 400 m rasos, realizada na tarde desta segunda-feira, no estádio João Havelange, pelos Jogos Pan-Americanos, ficando de fora da semifinal.   Veja também:  O quadro de medalhas Os detalhes das modalidades em disputa   Sanderlei, que é o atual recordista sul-americano da prova, cravou o tempo de 46s85, contra 45s12 do vencedor da chave, Chris Brown, de Bahamas.   O desempenho foi muito abaixo do esperado, uma vez que Parrela é a referência brasileira em tal prova, tendo como ápice o segundo lugar do Mundial de Atletismo de 1999, em Sevilha, na Espanha, além do quarto lugar nos Jogos Olímpicos de Sydney, na Austrália, em 2000.   O outro brasileiro que disputou a prova, Rodrigo Bargas, que mora em Campinas, também fez um tempo aquém do esperado, ficando de fora da semifinal.   Raia atrapalhou   Após a prova, Sanderlei Parrela confessou que se atrapalhou por causa da visão, que a raia utilizada por ele, proporcionava. Na visão dele, o ritmo da prova era fraco, o que lhe fez correr com tranqüilidade nos primeiros 200 metros. Tal atitude foi errada, já que o atleta brasileiro não conseguiu alcançar o terceiro colocado.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoPan 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.