Brasileiros perdem e País fica com 4 medalhas no judô

Com as pratas de Leandro Cunha, Leandro Guilheiro e Mayra Aguiar e o bronze de Sarah Menezes, Brasil terminou na sétima colocação no quadro geral do Mundial

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2010 | 09h52

Os lutadores brasileiros encerraram nesta segunda-feira a participação no Mundial de Judô, em Tóquio, com desempenho decepcionante na categoria absoluto. Assim, o País terminou a disputa com quatro medalhas, sendo três de prata e uma de bronze, na sétima colocação no quadro geral. País-sede, o Japão dominou as disputas, com dez ouros, quatro pratas e nove bronzes, na liderança folgada do quadro de medalhas.

As medalhas de prata do Brasil em Tóquio foram conquistadas por Leandro Cunha (até 66kg), Leandro Guilheiro (até 81kg), Mayra Aguiar (até 78kg). Já Sarah Menezes (até 48kg) faturou a única medalha de bronze dos judocas do País.

O Brasil teve a participação de três judocas na chave masculina da categoria absoluto, disputada sem limite de peso. Walter Santos iniciou a sua participação com um triunfo sobre Aminjon Chonov, do Tajiquistão, por ippon. Em seguida, porém, parou no sul-coreano Hee-Tae Hwang. Cada lutador conseguiu um waza-ari, mas o asiático triunfou por conta de um yuko.

Os outros dois judocas brasileiros que competiram na categoria absoluto foram eliminados na primeira luta. Rafael Silva perdeu por yuko para Martin Padar, da Estônia. Já Luciano Corrêa foi superado por ippon por Ramziddin Sayidov, do Usbequistão.

Confirmando o domínio do Mundial de Judô, o Japão conquistou as duas medalhas de ouro da categoria absoluto. Daiki Kamikawa, entre os homens, e Mika Sugimoto, entre as mulheres, foram os campeões.

Tudo o que sabemos sobre:
judôMundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.