Brasileiros prontos para o Rali Dacar

A equipe brasileira do Rali Dacar realizou nesta quarta-feira o último treino no País, nas dunas de Cabo Frio, no Rio de Janeiro, antes do embarque no dia25, para a Espanha, onde ocorrerá a largada da competição.Durante todo o dia, os pilotos se exercitaram nas areias do local, semelhante ao terreno que irão enfrentar no deserto africano. ?Ficamos um ano sem treinar nas areias e perdemos os reflexos, as manhas. Vir aqui serve para nos desenferrujar?, disse o piloto de moto Jean Azevedo. ?Também treinamos em outros lugares, como na Serra da Canastra (em Minas Gerais) que tem muitas montanhas e pedras e se assemelha ao Marrocos.?Para Jean, o fato de a equipe ainda não poder realizar períodos de treinamentos na África ? por causa da escassez de recursos financeiros ?, a exemplo do que fazem os times principais do rali,dificulta o desempenho dos brasileiros na prova. O piloto também se ressente da impossibilidade de disputar pelo menos uma das sete etapasdo Circuito Mundial de Rali Cross-Country.Além de Jean, o Brasil será representado no Dacar por Klever Kolberg e Lourival Roldan, nos carros, e André Azevedo e Luiz Azevedo, ao lado checo Mira Martinec, nos caminhões.Após largarem no dia 31, em Barcelona, os pilotos percorrerão um total de 8.956 quilômetros, nos 16 dias de disputa.?Enfrentamos vários problemas durante a prova. Calor, frio, péssimas condições de higiene, são tantas privações que às vezesme pergunto: o que me leva a fazer isso??, brincou Luiz Azevedo, que irá competir pela sexta vez e estréia em uma nova função, a de navegador. ?E logo me respondo que é o gosto pelo desafio. O ser humano vive em busca de se superar.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.