Brasileiros surpreendem e vão à final no Circuito Mundial de Tênis de Mesa

Pela segunda vez na história, o Brasil fará uma final de Circuito Mundial de Tênis de Mesa fora da América do Sul. Neste sábado, Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi venceram a dupla formada pelo croata Ruiwu Tan e pelo polonês Wang Zengyi, ambos chineses naturalizados, e avançaram à final da etapa de Doha (Catar) do circuito profissional. A decisão será contra Andrej Gacina (Croácia)/Marcos Freitas (Portugal), no domingo.

Estadão Conteúdo

21 de fevereiro de 2015 | 11h40

Até hoje, a única vez que o Brasil chegara à disputa do ouro havia sido na etapa de Almería (Espanha), em 2013, quando Cazuo Matsumoto conquistou o título individual e se tornou o primeiro latino-americano a vencer um torneio fora do continente.

De resto, as únicas finais com atletas brasileiros haviam sido em eventos realizados na América do Sul, especialmente em Santos. Ali, Calderano foi campeão de simples e vice em duplas com Cazuo em 2013. Estes torneios usualmente contam com baixa presença de atletas europeus e, especialmente, asiáticos.

Em grande fase, o Brasil atualmente tem três atletas no top100 do ranking mundial: Gustavo Tsuboi (44.º), Calderano (70.º) e Cazuo (89.º), além de Thiago Monteiro no 145.º lugar. A disputa de duplas não consta no programa olímpico, mas a competição por equipes na Olimpíada, assim como na Copa Davis no tênis, tem um jogo de duplas.

BRONZE - No feminino, a semana também foi de grande resultado, com Bruna Takahashi ganhando o bronze no Aberto da Suécia juvenil, para atletas de até 18 anos. Bruna, entretanto, tem apenas 14. Descoberta por Hugo Hoyama, a menina é sexta do ranking mundial sub-15.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.