Britânico vence disputa do salto em penhasco no Mundial de Kazan

O britânico Gary Hunt saiu vitorioso, nesta quarta-feira, na disputa do salto em penhasco no Mundial de Esportes Aquáticos em Kazan, na Rússia. Hunt, o medalhista de prata há dois anos, manteve a liderança obtida na última segunda-feira e assegurou o ouro com um total de 629,30 pontos.

Estadão Conteúdo

05 Agosto 2015 | 11h41

Assim, ele superou o trauma de 2013, quando foi para a última fase com uma vantagem de 38 pontos, mas acabou perdendo o título mundial pro uma diferença de menos de um ponto. Dessa vez, porém, ele praticamente sustentou a sua vantagem, que era de 33,30 pontos e caiu para 32,85.

O mexicano Jonathan Paredes, medalhista de bronze em 2013, foi o segundo colocado, com 596,45 pontos, enquanto o russo Artyom Silchenko fez a alegria da torcida local na disputa realizada em uma plataforma fixa de 27 metros no rio Kazanka, ao garantir o bronze com 593,45.

O norte-americano David Colturi chegou a figurar em segundo lugar na classificação mas terminou na quarta colocação, fora do pódio. Após desempenho decepcionante na última segunda-feira, quando ficou apenas em 11º lugar, o colombiano Orlando Duque, atual campeão mundial, teve o melhor desempenho entre os 12 saltadores na fase final e terminou a disputa na sexta posição.

O salto em penhasco estreou no programa do Mundial de Esportes Aquáticos em 2013, na edição de Barcelona, sendo realizada em uma estrutura fixa. Inicialmente, a competição ganhou status internacional e se popularizou com a criação de um circuito mundial patrocinado por uma bebida de energéticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.