Britânicos emitirão 'passaporte biológico' contra doping

As autoridades esportivas britânicas vão começar a emitir um "passaporte biológico" para combater o doping entre os seus atletas e evitar surpresas desagradáveis nos Jogos Olímpicos de 2012, que serão realizados em Londres.

AE-AP, Agencia Estado

05 de fevereiro de 2010 | 14h06

Os controles tradicionais contra o doping comparam o nível de uma substância presente no corpo de um atleta com o nível médio de um teste mais geral. O novo sistema implementado pelos britânicos permitirá comparar os resultados obtidos nos exames com os outros oriundos de testes realizados em atletas no passado.

O novo programa contra o doping é um método semelhante ao que está sendo usado para combater o problema no ciclismo, esporte conhecido pelo alto número de casos envolvendo atletas que fizeram uso de substâncias proibidas.

David Cowan, do laboratório King''s College, de Londres, que é reconhecido pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), afirmou que "com este programa (antidoping) se comparam as amostras de um atleta com outras amostras do mesmo atleta, e não com as obtidas com a população (de competidores) em geral".

Tudo o que sabemos sobre:
Olimpíada2012Londresdoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.