Dustin Bradford|AFP
Dustin Bradford|AFP

Broncos e Panthers vão decidir a 50ª edição do Super Bowl

Decisão do título será no dia 7 de fevereiro

Estadão Conteúdo

25 de janeiro de 2016 | 09h05

A 50ª edição do Super Bowl, a grande final da NFL, a liga de futebol americano dos Estados Unidos, teve os seus participantes definidos na noite de domingo. O Denver Broncos e o Carolina Panthers conquistaram os títulos de conferência e agora vão se enfrentar no Levi's Stadium no dia 7 de fevereiro, em Santa Clara, na Califórnia.

Na decisão da Conferência Americana, as defesas ofuscaram os astros Peyton Manning, dos Broncos, e Tom Brady, do New England Patriots. Mas, atuando em casa, o Denver acabou se dando melhor e conseguiu frear a tentativa de reação dos adversários após um início ruim de jogo e venceu a partida por 20 a 18. O título da conferência foi o oitavo dos Broncos. Já Manning, de 39 anos, vai disputar o quarto Super Bowl da sua carreira, tendo sido campeão apenas uma vez, em 2007, pelo Indianapolis Colts.

Bradley Roby acabou sendo o protagonista da vitória ao interceptar um passe de Brady em uma tentativa de conversão de dois pontos quando restavam 12 segundos para o fim do duelo e o Broncos liderava o placar por 20 a 18. O Patriots buscava a conversão logo após um passe de quatro jardas de Brady para um touchdown de Rob Gronkowski, pois Stephen Gostkowski havia falhado em uma tentativa de ponto extra no primeiro quarto, o que interrompeu uma impressionante sequência de 523 acertos dele nesses chutes.

Manning deu dois passes para touchdown, mas a melhor jogada do veterano quarterback ocorreu no terceiro quarto, quando ele fez um lançamento de 12 jardas na terceira oportunidade. Foi sua corrida mais longa em playoffs desde que era um novato.

Time de melhor campanha na temporada regular, os Panthers conquistaram o título da Conferência Nacional e a sua presença no Super Bowl ao massacrar o Arizona Cardinals por 49 a 15, em Charlotte. Essa será a sua segunda participação na grande final da NFL - foi derrotado em 2004.

Cam Newton teve grande atuação ao lançar dois passes de touchdown, além de outros dois definidos através de corridas, assim como a defesa do Panthers, que conseguiu barrar o temido ataque do Cardinals. E o estrago foi grande, tanto que Carson Palmer perdeu seis vezes a posse da bola.

Além disso, os 49 pontos anotados pelos Panthers foi um recorde negativo da defensiva do Cardinals na atual temporada da NFL, em um duelo que já teve o seu vencedor encaminhado no primeiro período, quando o time da Carolina do Norte abriu 17 a 0.

Agora, Newton, considerado o novo astro da NFL, duelará com o veterano Manning, eleito cinco vezes o Jogador Mais Valioso da liga, em 7 de fevereiro, quando Broncos e Panthers se encontrarão no Super Bowl.

Tudo o que sabemos sobre:
Futebol Americano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.