Bronze em Pequim/2008, bielo-russo é banido por doping

O bielo-russo Andrei Mikhnevich, que já foi campeão mundial e europeu do arremesso de peso, foi banido pelo resto da vida do esporte após ser pego pela segunda vez em exame antidoping. A Federação de Atletismo da Bielo-Rússia impôs a punição após o dono de uma medalha de bronze olímpica testar positivo em novas análises de amostras de exames antidoping feitos no Mundial de Atletismo de 2005, em Helsinque.

AE-AP, Agência Estado

14 de junho de 2013 | 10h44

Mikhnevich havia testado positivo anteriormente em 2001, quando foi suspenso por dois anos. O atleta diz que é inocente e vai tentar revogar a sua suspensão na Corte Arbitral do Esporte, em Lausanne, na Suíça. O banimento entrará em vigor após ser confirmado pela Associação Internacional de Federações de Atletismo.

Mikhnevich foi um dos seis atletas da Rússia e da Bielo-Rússia pegos em novas análises das amostras retiradas em Helsinque. Ele agora vai perder várias medalhas, incluindo o ouro do Campeonato Europeu de Atletismo de 2010, em Barcelona. O polonês Tomasz Majewski, que tinha ficado com a prata, herdará o ouro. Mikhnevich foi campeão mundial em 2003 e também ganhou o bronze nos Mundiais de Atletismo de 2007 e 2011 e na Olimpíada de 2008.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.