Bruno Schmidt é eleito melhor jogador do mundo no vôlei de praia em 2015

A menos de um ano para os Jogos Olímpicos do Rio, o brasileiro Bruno Schmidt ganhou mais um motivo para chegar embalado no evento. Nesta quarta-feira, ele foi eleito pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) o melhor jogador de vôlei de praia do mundo em 2015.

Estadão Conteúdo

14 de outubro de 2015 | 19h16

"A gente sabe que todo o término de temporada tem a eleição. Mas só fiquei sabendo dos meus prêmios hoje (quarta-feira). Só soube depois do treino da manhã, quando recebi as mensagens do pessoal da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei)", declarou ao site oficial da Olimpíada de 2016.

A maior honraria dada a um atleta da modalidade comoveu Bruno Schmidt, mas não foi a única do dia. O atleta também foi eleito, pelo terceiro ano consecutivo, o melhor defensor do circuito internacional e ainda levou o título de melhor jogador ofensivo e de atleta do ano, na votação realizada junto aos jogadores, técnicos, juízes e diretores do circuito.

Para Bruno Schmidt, um prêmio ainda mais especial por se tratar de um atleta de somente 1,85m. "Eu sou o jogador mais baixo do circuito mundial. Não me lembro de um jogador da minha altura ganhar um prêmio desses (ele é, de fato, o mais baixo a receber a premiação). Hoje em dia, o vôlei de praia acompanha uma tendência do vôlei de quadra, que é ter jogadores cada vez mais altos. Então, na véspera da Olimpíada um jogador abaixo desses padrões ganhar esse prêmio, é algo que chega a ser até curioso."

Parceiro de Bruno, Alison também pôde comemorar. O medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Londres, ao lado de Emanuel, foi eleito o melhor bloqueador do mundo em 2015, repetindo o que já havia alcançado em 2011. Bruno e Alison ainda fecharam como a melhor dupla do mundo segundo a FIVB.

"Acho que isso mostra que meu trabalho está extrapolando muitas barreiras. Mas não é uma coisa só minha. Essa é uma realização de todo mundo que me ajuda, da nossa dupla e de todo a minha família que sempre me apoiou e torceu por mim. Essa é uma realização pessoal muito grande e mostra que estamos no caminho certo", comentou Bruno Schmidt.

Tudo o que sabemos sobre:
vôlei de praiaBruno Schmidt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.