Bush defenderá liberdade de culto durante visita

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, assistirá a um culto durante sua estada na China e depois fará uma declaração em defesa da liberdade religiosa, referindo-se diretamente ao país anfitrião. O culto será celebrado no dia 10 de agosto, em local ainda não anunciado. A informação é de Dennis Wilder, alto colaborador da Casa Branca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.