Cacá Bueno vence em Brasília e leva decisão para a última prova

Piloto faz ótima corrida e se beneficia do abandono de Ricardo Maurício para ganhar e brigar pelo título com Max Wilson no dia 5

, O Estado de S.Paulo

22 de novembro de 2010 | 00h00

O título da Stock Car em 2010 será definida apenas na última etapa. Com a vitória de Cacá Bueno em Brasília, ontem, a disputa ficou acirrada e o campeão será conhecido em Curitiba, no dia 5 de dezembro.

O piloto da equipe Red Bull precisou contar com a sorte para chegar à ultima prova com chances de título. Ricardo Maurício, da Eurofarma RC, liderava a corrida quando, na 30.ª volta, precisou abandonar por causa de um pneu furado. Cacá Bueno, que largou em sexto lugar, assumiu o primeiro lugar para não mais deixá-lo escapar.

"Conseguimos essa vitória no ritmo e na estratégia. O Ricardinho tinha o carro mais rápido e ganharia em circunstâncias normais", disse o vitorioso de ontem, lembrando que na prova anterior passou pelo mesmo problema. "Sorte que vai, sorte que vem", falou.

A primeira colocação em Brasília deixou Cacá Bueno com 261 pontos, sem contar o descarte do pior resultado da Super Final. Ele está seis pontos atrás do líder da competição, Max Wilson, que ontem largou em 7.º e terminou em 2.º. É a 7.ª vez que o piloto da Red Bull chega à decisiva etapa brigando por título - ele já tem três. "Fico realmente feliz, porque nós merecíamos mesmo chegar à última etapa vivos no campeonato por tudo o que fizemos durante o ano", afirmou, esperando uma boa disputa daqui a duas semanas. "Acho que a briga ficará mesmo entre Max e eu."

O companheiro de Ricardo Maurício foi um dos que mais comemoraram. A dez voltas do fim, Max Wilson estava na quarta colocação, mas conseguiu ultrapassar Thiago Camilo (que terminou em 3.º) e depois Daniel Serra para assumir a liderança da Stock Car.

O piloto, porém, esperava uma posição melhor ontem. Mas nem por isso deixou de vibrar. "Minha estratégia não foi muito boa. Mas foi um excelente resultado e, assim, vamos continuar trabalhando para fazer um bom trabalho em Curitiba."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.