Laurent Cipriani/AP
Laurent Cipriani/AP

Cadel Evans é campeão da Volta da França

Australiano conquistou título com um tempo total de 86 horas, 12 minutos e 22 segundos

AE, Agência Estado

24 de julho de 2011 | 13h07

PARIS - Como esperado, Cadel Evans conquistou neste domingo o título da Volta da França e se tornou o primeiro australiano a ser campeão da mais prestigiosa prova do ciclismo mundial. Evans, de 34 anos, cruzou neste domingo a linha de chegada da 21.ª e última etapa na Champs-Elysées na 56.ª posição, mas com o mesmo tempo do primeiro colocado.

A última etapa da Volta da França, realizada entre Creteil e a Champs-Elysées, em Paris, teve um percurso de 95 quilômetros, mas possui tradicionalmente um caráter formal, sem disputa de posições. Por isso, Evans praticamente garantiu o título da Volta da França no sábado, quando assumiu a liderança da classificação geral após o contra-relógio em Grenoble.

Evans conquistou o título da Volta da França com um tempo total de 86 horas, 12 minutos e 22 segundos. O luxemburguês Andy Schleck foi vice-campeão pela terceira vez seguida, com uma desvantagem de 1 minuto e 34 segundos para o vencedor. Seu irmão Frank Schleck ficou em terceiro, seguido pelo francês Thomas Voeckler e pelo espanhol Alberto Contador, que era o atual bicampeão da disputa.

A 21.ª e última etapa da edição da Volta da França foi vencida pelo terceiro ano consecutivo pelo britânico Mark Cavendish, com o tempo de 2 horas, 27 minutos e 2 segundos. Ele também faturou a camisa verde destinada ao melhor velocista da tradicional prova de ciclismo.

A camisa de bolinhas atribuída ao melhor escalador foi conquistada pelo campeão olímpico Samuel Sanchez, de Espanha, enquanto o melhor jovem ciclista foi o francês Pierre Rolland. Já a Garmin-Cervelo venceu a disputa por equipes da edição de 2011 da Volta da França.

Cadel Evans, de 34 anos, foi vice-campeão da Volta da França duas vezes, em 2007 e 2008, antes de faturar o título deste domingo. Nas outras duas principais provas do ciclismo mundial, o australiano tem como melhores resultados o quinto lugar do Giro da Itália de 2010 e a terceira posição da Volta da Espanha em 2009. Agora, entrou de vez para a história ao vencer a edição de 2011 da mais renomada prova do ciclismo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.