Clive Rose/ Divulgação
Clive Rose/ Divulgação

Caeleb Dressel e Peaty quebram recordes mundiais no 2º dia da Super Final da ISL

Cinco brasileiros competiram neste domingo, mas nenhum conseguiu subir ao pódio

Redação, Estadão Conteúdo

22 de novembro de 2020 | 22h47

Caeleb Dressel voltou a brilhar neste domingo, no último dia da Super Final da Liga Internacional de Natação (ISL, na sigla em inglês), realizada em Budapeste, na Hungria. O americano quebrou o recorde mundial dos 100 metros medley em piscina curta (25m). Já o britânico Adam Peaty fez o mesmo nos 100m peito.

Foi a terceira marca estabelecida por Dressel neste fim de semana, pois no sábado ele havia registrado os melhores tempos dos 100m livre e dos 50m borboleta. Neste domingo, então, completou a prova que mescla os quatro estilos em 49s28. O recorde anterior dos 100m medley também era dele, com 49s88.

Peaty triunfou nos 100m peito com 55s41, sendo que a melhor marca do mundo nessa prova já era dele, com 55s49. Essa disputa, neste domingo, contou com a participação de dois brasileiros. Felipe Lima foi o sexto colocado, com 57s02, com Felipe França em sétimo, com 57s25.

O último dia da Super Final teve outros três brasileiros em ação. Mas nenhum foi ao pódio. Guilherme Guido foi o sexto colocado nos 100m costas (49s99), mesma posição de Vinicius Lanza nos 200m borboleta (1min51s98). Já Fernando Scheffer foi o oitavo colocado nos 200m livre (1min43s92).

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoCaeleb DresselAdam Peaty

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.