Jonne Roriz/COB
Jonne Roriz/COB

Calderano e Darlan confirmam favoritismo e conquistam ouro no Pan

Brasil soma mais duas medalhas douradas no tênis de mesa e no arremesso de peso

Redação, Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2019 | 23h02

Dois dos principais atletas olímpicos brasileiros, Hugo Calderano e Darlan Romani confirmaram o favoritismo e conquistaram nesta quarta-feira medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, nas disputas individual do tênis de mesa e do arremesso de peso, respectivamente.

Número 6 do mundo, Calderano assegurou, com a medalha de ouro, a vaga na Olimpíada de Tóquio. Na decisão, o brasileiro derrotou o chinês naturalizado dominicano Wu Jiaji por 4 a 3, com parciais de 11/8, 6/11, 8/11, 11/7, 8/11, 11/8 e 11/2. Não foi, portanto, uma conquista fácil, afinal, o brasileiro esteve em desvantagem de 2 a 1 e de 3 a 2 na decisão.

Na campanha do seu título, nas fases anteriores, Calderano havia vencido o chileno Juan Lamadrid por 4 a 1, o mexicano Marcos Madrid por 4 a 0 e o canadense Eugene Wang por 4 a 2, este em duelo pelas semifinais, realizado nesta quarta-feira.

Já na disputa feminina do tênis de mesa, Bruna Takahashi parou nas semifinais ao perder para Adriana Diaz, de Porto Rico, por 4 a 0, com parciais de 11/9, 11/8, 11/3 e 11/4.

A conquista de Darlan também não foi muito fácil, com o brasileiro reclamando, após levar o ouro, da logística que o forçou a fazer uma longa viagem, além de inflamação na garganta. Ainda assim, ele conseguiu a conquista com a marca de 22,07 metros, quebrando o recorde pan-americano do arremesso de peso.

"Não foi uma semana fácil. Batalhei bastante e não estava acreditando que ia conseguir. Por uma erro de logística, tive uma viagem longa desde Madri que durou 29 horas. Além disso, estou com uma inflamação na garganta, tomando antibióticos. Felizmente, o resultado saiu. Não me contento com algumas marcas e queria ficar acima dos 22m. Consegui", afirmou.

BRONZE NA ESGRIMA

Em sua primeira competição após ser campeã mundial, a esgrimista Nathalie Moellhausen ficou com o bronze na disputa da espada. Repetindo o resultado do Pan de Toronto em 2015, a brasileira perdeu nas semifinais em Lima para a norte-americana Katharine Holmes por 15 a 9.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.