Campeã admite erro e devolve medalha

A ginasta russa Irina Karavaeva,campeã olímpica, européia e oito vezes campeão do mundo de trampolim, decidiu devolver e medalha que conquistou no último Mundial, realizado na Dinamarca, depois de admitir que os juizes erraram a seu favor. "Lamento profundamente o erro cometido pelos juizes na Dinamarca. Considerei que seria preciso reparar esse erro e por isso decidi entregar a medalha à minha amiga Ana Dogonadze (alemã), como uma demonstração de amizade e de jogo limpo?, justificou Irina. O presidente da Federação Internacional de Ginastica (FIG),o italiano Bruno Grandi, decidiu hoje abrir uma exceção à regra que impede a alteração de resultados depois de entregues as medalhas e declarou a alemã - que ganhou a medalha de prata - como a nova vencedora.?A família da ginastica está comovida pelo gesto nobre de Irina, que deveria servir de exemplo para toda a comunidade esportiva?, disse Grandi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.