Campeã brasileira de triatlo volta à seleção de polo e mira Olimpíada

Atual bicampeã do Troféu Brasil de Triatlo, Flávia Fernandes está de volta à seleção. Mas de polo aquático. A atleta, que terminou na 12.ª segunda colocação no triatlo nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em 2011, sabia que tinha poucas chances de ir aos Jogos do Rio/2016 e decidiu mudar de modalidade. Nesta terça, se reúne à seleção de polo aquático que viaja para o Havaí.

Estadão Conteúdo

17 Março 2015 | 15h01

Número 17 do ranking mundial de triatlo, Pamela Oliveira é a grande favorita a ficar com a vaga olímpica do Brasil em 2016. À frente de Flavinha no ranking ainda estão Bia Neres e Luisa Baptista, também da seleção brasileira.

Desde o ano passado, Flávia havia voltado a treinar no polo aquático do Pinheiros, clube que defendia também no triatlo. Capitã da seleção brasileira no Pan do Rio, em 2007, ela foi aceita de volta no grupo e convocada pelo técnico canadense Pat Oaten.

A equipe vai treinar até o próximo dia 29 de março no Havaí, onde as brasileiras disputarão um torneio com universidades americanas, em preparação para a fase preliminar da Liga Mundial, de 28 de abril a 3 de maio. Enquanto isso, os homens estão treinando na Croácia.

Mais conteúdo sobre:
polo aquático triatlo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.