Campeã olímpica grega pode ser presa por doping

A atleta grega Fani Halkia, flagrada em exame antidoping durante os Jogos Olímpicos de Pequim pode ser presa. Campeã olímpica dos 400 metros com barreira em 2004, ela é acusada de usar esteróides. O delito pode acarretar em uma pena de até dois anos. George Panagiotopoulos, técnico de Fani Halkia, também pode ser condenado. O treinador é acusado de ter administrado substâncias proibidas e pode ser preso por até três anos. Além disso, pode ter que pagar uma multa de 20 mil euros (aproximadamente R$ 53 mil). Os atletas gregos Tassos Gousis e Dimitris Regas também são acusados pelo uso de substâncias proibidas. Todos eles negam qualquer irregularidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.